Template Express by Mais Blog
Wednesday, January 24, 2007
A noite está fria
E as estrelas vão brilhando,
A lua com alegria...
Sorri e vai cantando:

* Você vai até lá, não vai querer voltar
* Esqueçe a dor da sua alma,
* A Harmonia daquele lugar...
* Você sentirá sua calma.

Na altura não entendi,
Mas o caminho foi iluminado
Caminhei e sorri...
Pelo momento inesperado...

As estrelas iam brilhando,
A lua ia-me guiando
Enquanto ia cantando,
eu ia caminhando...

A lua parou...
Sorri e se virou:
"-O sol irá chegar,
E o lugar iluminar..."

A luz resplandeceu...
E o brilho daquele lugar...
A dor desapareceu...
Fiquei a mirar...

As árvores dançavam...
As águas brilhavam...
Os cavalos voavam...
E as nuvens cantavam:

* Você vai até lá, não vai querer voltar
* Esqueçe a dor da sua alma,
* A harmonia daquele lugar...
* Você sentirá a sua calma...

Dançei com as árvores,
Brilhei como as águas,
Voei com os cavalos,
Cantei com as nuvens...

Senti-me tão feliz...
Mas depressa cordei,
Mais um sonho que fiz,
Mais um sonho que criei...


Podia ser uma direcção...
podia ser uma reflexão...
Podia ser um novo começo...
Podia ser o início do fim...

...*...Distraída na aula de Português...*...


> enviado por ...*... Alguém ...*... as 9:26 AM 7 comentarios

......................................................................................

Thursday, November 16, 2006
É apenas mais um dia...
Neste mundo tão diferente,
Só a chuva sorria...
Para mim aqui presente.

Num sono profundo,
Acabei por mergulhar...
Mergulhei tão fundo
Que foi difícil acordar.

Sonhava e sonhava...
Com ummundo melhor,
E nem eu esperava
Que o tempo ficasse pior

Trovejou horrendamente...
Acabando por me acordar
E percebi de repente
Que estava só a sonhar

Ali eu fiquei,
Olhando para fora...
Somente esperei
Que o tempo melhorasse a qualquer hora.

[16/11/2006] Escrito numa aula de Química do 11º1 a pedido de uma amiga... foi o que saiu...

> enviado por ...*... Alguém ...*... as 1:38 PM 25 comentarios

......................................................................................

Thursday, November 09, 2006
Cansei-me…!

Para quê sorrir se ninguém dá por mim?
Para quê dizer olá se ninguém me ouve?
Para quê falar se ninguém me compreende?
Para quê brincar se ninguém brinca comigo?
Para quê estar lá se ninguém me vê?

Mas afinal para quê?
*

Porque estou cansada…
Porque tenho a cabeça cheia…
Porque já não consigo pensar…
Porque já não consigo estar perto de ninguém…
Porque já não quero falar…
Porque já não em apetece fazer carinha de feliz…
Porque ninguém quer ver…
Porque ninguém me compreende, ninguém…


Perdi a vontade de estar com os meus “amigos” . Estou farta de ser ignorada por toda a gente…

Será que alguém se deu conta que existo?
Será que alguém gosta de mim?
Será que alguém notou que não estou bem?
Será que sou importante para alguém?
Mas há alguém se lembra de mim todos os dias?
Será que alguém me considera amiga? Ou só alguns dias?
Será que alguém me adora? Ou alguém que me ame a sério?
Será que alguém quer saber de mim?
Será que alguém se preocupa comigo?
Será que alguém é capaz de me abraçar?
Será que alguém me consegue beijar?
Será que alguém me perseguia até casa só para se certificar que ficava bem?

Será que alguém me oferecia uma flor sem nenhum motivo especial?
Será que alguém fazia tudo isto? Será?


…Porque o mundo não é como desejamos…

> enviado por ...*... Alguém ...*... as 12:00 PM 12 comentarios

......................................................................................

Wednesday, September 20, 2006

…*…Qualquer coisa sobre uma árvore…*…


Uma árvore que se destaca das outras
A mais alta, donde se vê o outro lado
Enquanto estou aqui presa no centro
No meio do nada, no meio de tudo.

Não consigo alcançá-la, está longe
Como um arco-íris, que nunca tem fim
Como um sonho que nunca passa dum sonho
Como um desejo que nunca se realiza

No meu pensamento ela permanece
No meu sonho chego lá
Mas na realidade tudo desaparece
E o desejo se esquece

Pela última vez a vejo
E ela me sorri
Mas na hora eu parto
E fica só o que senti


> enviado por ...*... Alguém ...*... as 7:54 AM 10 comentarios

......................................................................................

Sunday, September 10, 2006
Ela chama o rapaz da Rua:
- Desculpe, pode me ajudar?
Tenho fome e sede
E não tenho onde ficar…

Mas ele não olha para trás,
Finge não ver…
Caminhando por entre as ruas
Não percebe que ela está a sofrer


* Senhor, pense duas vezes,
* É a sua oportunidade para mudar,
* Se alguém, você tentar ajudar…

* Senhor, pense duas vezes,
* Não vai querer ver
* Alguém assim sofrer

Ela se dirige ao homem
Mal consegue caminhar
Ele consegue ver pelo rosto dela
Que ela esteve a chorar

Tem feridas pelo corpo
E não tem onde dormir,
Apenas quer se refugiar
Para não mais se ferir.

* Senhor, pense duas vezes,
* Será um novo dia
* Com um pouco de alegria

* Senhor, pense duas vezes,
* Ela só quer um lar
* Para poder ficar

Ele olha para o rosto dela
Vê os seus olhos brilhar
De tantas lágrimas que escorreram
E disse: - “vou-te ajudar”

Ela sorri, abraça-o
Chora de felicidade
Depois de tantos dias…
Alguém com “disponibilidade”

* Senhor, muito obrigado
* Será sempre recordado
* Por a ter ajudado.

* Senhor, muito obrigado
* Seu gesto é lição
* Para a nossa nação.


*Lição para o mundo (e companhia)*










> enviado por ...*... Alguém ...*... as 2:48 PM 12 comentarios

......................................................................................

Monday, September 04, 2006

Quando me olho ao espelho
Vejo nele minha alma reflectida...
Tudo o que tinha cor
agora se transformou em dor.


Tento pintá-lo
Para que a cor renasça
Mas na hora a cor desaparece
E a escuridão permanece

Sozinha e sentada diante dele

A escuridão vai absorvendo-me,
Não encontro saída...
Estou perdida.


Mas uma luz forte
meus olhos encandeia,
alguém me querendo puxar
e dali levar.

Sua mão eu agarro
Mas na hora eu sei
Que a escuridão voltará
E me engolirá...

*Apenas um desabafo (atormentador)*




> enviado por ...*... Alguém ...*... as 4:59 PM 13 comentarios

......................................................................................

Wednesday, August 16, 2006
Preciso de um sítio
Onde me possa esconder,
Algo que ninguém procure
Onde me possa perder.
Fujir de quem me procura,
Fujir de quem me chama,
Refujiar-me de todos
Como quem se esconde na cama
Perco-me e então?
Ninguém me vê,
Ninguém me sente,
Como que não tivesse
Ninguém aqui presente
Vão-se embora e esqueçem-se
De quem aqui se perdeu
Como uma flor abandonada
Que alguém a esqueçeu.

> enviado por ...*... Alguém ...*... as 11:29 AM 12 comentarios

......................................................................................

Nome: ...*...alguém...*...
Idade: ...*...adolescente...*...
E-Mail:
Gosto de: ...*...tudo...*...
Não gosto de:...*...nada...*...



[ Links ]
Mais Blog

[ Arquivos ]












visitante

Powered by Blogger